Image

 

Manaus, 27 de maio - Nesta segunda-feira, o presidente do Instituto Evereste, André Fabiano, recebeu na sua sede em Manaus, o coordenador da Central Única das Favelas no Amazonas (CUFA/AM), Alexey Pereira Ribeiro. O objetivo foi o de aproximar as instituições e projetar expectativas para projetos de impacto social para em comunidades carentes no Estado do Amazonas.

Durante o encontro, os representantes das instituições puderam discutir sobre possíveis ações conjuntas de empreendedorismo social, inovação e suporte especializado a comunidades carentes do Estado. Além disso, foram apresentadas as iniciativas tanto da CUFA quanto do Evereste e a disponibilidade de cada instituição de fomentar projetos de inclusão e transformação social em áreas de vulnerabilidade como as favelas e as comunidades amazonenses afastadas.

Sobre a CUFA

A Central Única das Favelas atua nos âmbitos político, social, esportivo e cultural, sendo reconhecida por suas ações, projetos humanitários e iniciativas em prol do empoderamento de comunidades e populações marginalizadas e sob risco social.

A CUFA tem a missão de realizar a inclusão social de moradores de favelas, prioritariamente negros, por meio da cultura, esporte, educação e qualificação profissional. Promovendo o empreendedorismo e o desenvolvimento socioeconômico para jovens de favelas, a CUFA tornou-se uma referência para essas comunidades e possui, hoje, bases de trabalho nos 27 estados do Brasil e um escritório em Nova York, além de representação em vários países da América Latina.

 Coordenadoria de Comunicação Social

Redação e Foto: CCS/Evereste

 

Manaus, 24 de maio - Nesta sexta-feira, o Instituto de Tecnologia e Inovação Evereste foi homenageado durante a Exposição “Autista Empreendedor”, promovida pelo Instituto Autismo no Amazonas (IAAM) na zona centro-sul de Manaus.

Em sua terceira edição, a exposição, que faz parte de um programa de estímulo ao empreendedorismo de impacto social focado em gerar transformações positivas para pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), contou com uma programação diversificada, incluindo bazares, venda de alimentos e materiais artísticos.

Durante o evento, o IAAM realizou uma cerimônia para homenagear parceiros e apoiadores da instituição. O Evereste foi condecorado com um quadro confeccionado artesanalmente pelos próprios participantes do projeto como um título de "Amigos do IAAM", na ocasião na qual foi representado pela Coordenadora de Comunicação Social e Relações Institucionais, Deyse Pereira.

"Uma homenagem como essa nos deixa extremamente lisonjeados, certos de que nosso engajamento em projetos de inclusão social está sendo reconhecido e nos dá a ciência de que a responsabilidade do Instituto Evereste em apoiar instituições como o IAAM só aumenta perante à sociedade amazonense", afirmou Deyse.

Programação

O evento ocorreu na manhã desta sexta-feira, das 8h às 11h, com venda de alimentos e materiais artísticos produzidos por pessoas com TEA, além de material didático e educativo elaborado pelo IAAM.

 

 Coordenadoria de Comunicação Social

Redação e Foto: CCS/Evereste

 

Brasília, 20 de maio - O Instituto Evereste iniciou sua participação na 25ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e cuja abertura oficial será realizada na manhã desta terça-feira (21), na capital federal, com a presença confirmada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A Marcha, que ocorre no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) até a próxima quinta-feira (23), é um evento anual organizado há décadas e que reúne milhares de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários municipais e diversas autoridades políticas com o objetivo de discutir sobre as principais reivindicações e de buscar soluções de interesse popular junto ao Governo Federal.

Este ano, além do presidente da república, o evento contará com a presença de outras figuras políticas importantes do cenário nacional como o Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, o Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, o Presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, e diversos ministros de Estado.

Os representantes do Instituto Evereste presentes na feira terão a oportunidade de apresentar soluções tecnológicas e inovadoras direcionadas à gestão pública municipal nas áreas de saúde, educação, segurança, empregabilidade, cidades inteligentes e finanças.

"Viemos com o objetivo de expormos nossas alternativas inovadoras que possam contribuir com a entrega de serviços públicos de maior qualidade à população e demonstrarmos a importância da tecnologia como forma de atender às demandas cotidianas do municipalismo brasileiro," afirmou André Fabiano Pereira, Presidente do Evereste.

Programação

A Marcha dos Municípios acontece de 20 a 23 de maio em dois ambientes no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). Um deles é destinado ao debate político, tratando diretamente de assuntos que influenciam o cotidiano dos cidadãos com os três poderes. O outro ambiente reúne arenas temáticas e atendimentos técnicos, voltados para a capacitação de gestores públicos, com cerca de 50 temas debatidos em sete salas técnicas. Além disso, haverá áreas de demonstrações e apresentações de produtos e serviços oferecidos por parceiros da Marcha.

Conheça mais sobre a programação da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios em: https://marcha.cnm.org.br/

 Coordenadoria de Comunicação Social

Redação e Foto: CCS/Evereste

 

Manaus, 15 de maio – Desde a última quarta-feira, o Instituto Evereste passou a integrar a Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (ABRINT), a organização de maior representatividade do segmento no país.

Fundada em 2008, a ABRINT soma mais de 1.000 instituições diretamente associadas, como a Fiber Broadband Association (FBA), considerada a única associação comercial totalmente dedicada ao mercado de fibra óptica nas Américas. Essas instituições trabalham para o desenvolvimento da conectividade no país e no fortalecimento dos provedores regionais.

“A inserção do Evereste neste grupo é mais uma demonstração do compromisso desta instituição com a promoção ao acesso a serviços de comunicação e à inclusão digital, principalmente em áreas rurais e remotas brasileiras”, destacou André Fabiano Pereira, presidente do Instituto Evereste.

Vale ressaltar que o Instituto Evereste possui concessões da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL)  voltadas para exploração de serviços de Telecomunicações em todo o país, tais como o Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) e o Serviço Limitado Privado (SLP) que permitem que o Evereste atue na construção de redes de telecomunicação de longa distância e como provedor de acesso à internet, oferecendo conexões de banda larga e outras soluções de comunicação multimídia em todo território nacional.

Sobre a ABRINT

A ABRINT é uma associação civil, de fins não econômicos, que tem como objetivos a representatividade de seus associados junto a sociedade, governo e órgãos reguladores nos assuntos pertinentes ao setor. A ABRINT também atua como balizadora de modelos de negócios e tecnologia buscando a adoção por parte de seus associados das melhores tecnologias e práticas para a capacitação de suas redes ao fornecimento de serviços de alta qualidade.

Conheça mais sobre a ABRINT em: https://abrint.com.br/

 Coordenadoria de Comunicação Social

Redação e Foto: CCS/Evereste

 

Manaus, 14 de maio - Nesta terça-feira, o Instituto de Tecnologia e Inovação Evereste recebeu representantes do Instituto Descarte Correto. O objetivo da visita foi aproximar as instituições e com as principais iniciativas e ações voltadas para a ampliação da sustentabilidade para impacto na sociedade.

Durante a visita, o fundador e presidente do Instituto Descarte Correto, Alessandro Dinelli, e a Coordenadora Executiva, Wiliane Dias, foram recebidos pelo presidente do Instituto Evereste, André Fabiano Santos Pereira, e pelo Diretor de Governança, Hélio Lobo, e tiveram a oportunidade de debater sobre possíveis parcerias com o propósito de fomentar projetos de inclusão digital e a formação cidadã de crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade em áreas quilombolas, ribeirinhas e de assentamento na Amazônia através do Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC).

O Instituto Descarte Correto já implementou cerca de 20 Centros de Inclusão Digital, que por sua vez são espaços montados com uso de equipamentos eletroeletrônicos recondicionados oriundos de doações ainda em condições operacionais para realização de cursos, oficinas presenciais e gratuitos oferecidos pela instituição.

Sobre o Descarte Correto

O Instituto Descarte Correto atua há mais de 10 anos em comunidades na Amazônia, sendo uma instituição dedicada à ampliação da sustentabilidade e do impacto socioambiental no território Amazônico por meio da inclusão digital através da reciclagem de resíduos eletrônicos

Compõem o programa Computadores para Inclusão do Governo Federal - Ministério das Comunicações (MCOM), como Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC) na região Norte, aptos a receber desfazimentos de bens de instituições e órgãos públicos.

 Coordenadoria de Comunicação Social

Redação e Foto: CCS/Evereste

 

Manaus, 07 de maio – O Instituto de Tecnologia e Inovação Evereste e a Associação Crioulas do Quilombo Urbano do Barranco de São Benedito celebraram, nesta terça feira, um Acordo de Cooperação Técnica, visando apoiar atividades de promoção da igualdade racial e do desenvolvimento social e econômico na comunidade.

O Barranco de São Benedito está situado no histórico bairro da Praça Quatorze de Janeiro, em Manaus, e foi a segunda comunidade remanescente quilombola reconhecida em área urbana pela Fundação Cultural Palmares no país.

A parceria com o quilombo urbano amazonense, possibilita o apoio e a condução do Evereste em projetos de desenvolvimento social e cultural na comunidade, com garantia de acesso a recursos, conhecimentos e apoio técnico, fomentando o empreendedorismo negro, econômico e sustentável por meio de programas de educação, capacitação profissional e assistência técnica.

O acordo foi assinado pelo presidente do Instituto Evereste, André Fabiano Santos Pereira e pela presidente da associação, Keilah Silva Fonseca.

Para ambas as entidades, que já atuam em parceria desde o início de 2024, este acordo representa a formalização de um compromisso sólido e duradouro para construção de uma nova realidade para o Quilombo Urbano do Barranco de São Benedito, fortalecendo a diversidade de gênero, a inclusão social e digital na comunidade.

Vale ressaltar que o Evereste recentemente firmou acordo com Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (TJMA), que prevê a promoção, desenvolvimento e execução de atividades na área de regularização e governança fundiária urbana e rural, inclusive em comunidades remanescentes quilombolas daquele Estado. 

 

Coordenadoria de Comunicação Social

Redação e Foto: CCS/Evereste

 

Manaus, 03 de maio - Nesta sexta-feira, o Instituto de Tecnologia e Inovação Evereste recebeu os representantes do Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (CAPDA). O objetivo da visita foi conhecer os principais projetos e iniciativas desenvolvidos pelo instituto em prol da inovação tecnológica da Amazônia.

A comitiva da Suframa foi recepcionada pela equipe estratégica do Evereste do composta pelo Diretor Executivo de Governança e Controle, Hélio Lobo, Gerente de Operações, Serviços e Soluções, Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e a Coordenadora de Comunicação Social e Relações Institucionais, Deyse Maia Pereira.

Após a recepção, a comitiva conheceu a estrutura da Instituição, colocando em pauta as áreas de atuação, bem como seu engajamento com projetos socioambientais.

Os projetos destacados na visita foram relacionados ao desenvolvimento de softwares direcionados ao uso de inteligência artificial e a visão computacional e suas aplicações.

Vinculada à Suframa, o credenciamento do CAPDA permite que instituições públicas e privadas, sejam elegíveis ao recebimento de apoio financeiro para o desenvolvimento de pesquisas em educação, ciência, tecnologia e inovação.

Desde 2016, o Evereste obteve o credenciamento no Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (CAPDA), reconhecendo sua competência e comprometimento com o avanço tecnológico na área.

Sobre a Suframa

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) é uma autarquia vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior que administra a Zona Franca de Manaus (ZFM) e consequentemente tem maior atuação no Amazonas, mas sua jurisdição também ampara o Acre, Rondônia e Roraima.

A Suframa tem por responsabilidade a promoção dos três polos da Zona Franca de Manaus - comercial, industrial e agropecuário, além de identificar oportunidades de negócios e investimentos para a região tanto para o Polo Industrial de Manaus quanto para os demais setores econômicos da sua área de atuação.

Conheça mais sobre a Suframa em: https://www.gov.br/suframa/pt-br

Coordenadoria de Comunicação Social

Redação: CCS/Evereste

Mais recentes
Siga-nos